"Eu gostaria de abraçar o mundo inteiro em uma rede de caridade"
António Frederico Ozanam

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

A família vicentina comprometida.

Ao longo destes tres anos de mandato, em que a Família Vicentina do Conselho de Zona da Vigararia Gaia Norte escolheram-me com o seu voto, não para dirigir o conselho mas para colaborar com as conferências, tem sido uma experiência de bom agrado com algum trabalho pelo facto ver, que as conferencias tem sabido dinamizar e desenvolver as suas conferências, na paróquia onde estão inseridos, com o seu compromisso na Missão na Caridade. Não poderei dizer se foi muito bom ou muito mau pois esta experiência tem sido única como vicentino e como até agora não tenho recebido queixas ou reclamações diria que tem decorrido bem. Há coisas que eu tenho a noção de correram menos bem, contra a minha vontade própria; as visitas às conferências, a fraca participações dos vicentinos aos plenários do conselho bimensal. Talvez a culpa seja minha pela minha falta de discernimento em saber escolher a melhor forma e vontades. 

Os mandatos para presidir por força de alteração à Regra, passou de tres anos para quatro, daí o meu mandato ter sido prolongado até Abril de 2017. Mas a questão não é este paragrafo atrás, tudo a seu tempo será resolvido com eleições, o que eu queria focar é como tenho sentido por parte de algumas conferências uma certa apatia com a falta de presenças nos plenários e, existe caso de pelo menos duas conferencias que desde a minha eleição nunca deram o prazer da sua presença, durante estes quase tres anos. Outras vieram uma vez, na maior parte só na entrega dos quadros estatísticos. 

Entendo que a melhor forma de fazer um bocado de pedagogia formativa e espiritualidade é aconselhar a consulta ao último Boletim do Conselho "Com-partilha" sobre o tema «A conferência», enviado por correio electrónico, que deixei como reflexão no fim ano 2015. 
Não entendo a Família Vicentina como se tem prestado na missão de uma certa forma ao alheamento; na participação, ao saberes, às informações, às leituras, aos convívios, à participação nas reuniões do conselho local próprio de partilha e saberes dando também com os seus ensinamentos aos outros as suas experiências que delas todos poderão aprender. 

A Família Vicentina só poderá ser verdadeiramente família se estiver informada, participativa na partilha entre os seus confrades nas reuniões dando também se recolhe. 
Hoje o vicentino, na sua paróquia, no seu local de apostolado, por força maior na missão vicentina, substitui um pároco, ele é o vicentino-missionário-sacerdote que leva a casa das famílias a palavra de Jesus Cristo. 
Hoje leva com a sua vontade as palavras de Misericórdia, dos ensinamentos da concórdia, do amor, do diálogo, da tolerância. Ontem e hoje, o Vicentino coloca os seus talentos, com mais "formação espiritual" ao serviço de Deus no homem. O vicentino sempre pôs na sua missão e encarou-a como meta: Que o "Homem deve ser Recolocado no Centro". É essa meta que o vicentino terá que ter como compromisso como missionário no anuncio da vida de Jesus Cristo de formas simples. O Vicentino é aquele que se assume. 
Termino com uma frase escolhida pelo conselho, por altura do Congresso em 2015:




quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Natal 2014 ou de hoje?

FELIZ NATAL
O Natal costuma ser sempre uma ruidosa festa; entretanto se faz necessário o silêncio, para que se consiga ouvir a voz do Amor.
Natal é você, quando se dispõe, todos os dias, a renascer e deixar que Deus penetre em sua alma.
O pinheiro de Natal é você, quando com sua força, resiste aos ventos e dificuldades da vida.
Você é a decoração de Natal, quando suas virtudes são cores que enfeitam sua vida.
Você é o sino de Natal, quando chama, congrega, reúne.
A luz de Natal é você quando com uma vida de bondade, paciência, alegria e generosidade consegue ser luz a iluminar o caminho dos outros.
Você é o anjo do Natal quando consegue entoar e cantar sua mensagem de paz, justiça e de amor.
A estrela-guia do Natal é você, quando consegue levar alguém, ao encontro do Senhor.
Você será os Reis Magos quando conseguir dar, de presente, o melhor de si, indistintamente a todos.
A música de Natal é você, quando consegue também sua harmonia interior.
O presente de Natal é você, quando consegue comportar-se como verdadeiro amigo e irmão de qualquer ser humano.
O cartão de Natal é você, quando a bondade está escrita no gesto de amor, de suas mãos.
Você será os “votos de Feliz Natal” quando perdoar, restabelecendo de novo, a paz, mesmo a custo de seu próprio sacrifício.
A ceia de Natal é você, quando sacia de pão e esperança, qualquer carente ao seu lado.
Você é a noite de Natal quando consciente, humilde, longe de ruídos e de grandes celebrações, em silêncio recebe o Salvador do Mundo.
Um muito Feliz Natal a todos que procuram assemelhar-se com esse Natal.
Papa Francisco

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Reposição do Fundo Social Diocesano

Caros Presidentes e todos vicentinos.
O Conselho Central do Porto fez chegar ao Conselho de Zona a informação como podem e devem fazer para os pedidos de ajudas as famílias mais carenciadas podem obter os apoios.
Devem informar a todos os vicentinos nas vossas conferencias para que todos tenham conhecimento.

Aceda aqui clicando no link a seguir:  Fundo Social Diocesano

OBS: imprimam esta informação para que não haja vicentinos que digam não terem conhecimento.
Saudações
Fernando Teixeira